Idosos participam de ações do Junho Violeta

No mês de conscientização do combate à violência contra a pessoa idosa, temática foi enfatizada com os idosos do Município

1 Durante o mês de junho, a Secretaria de Assistência Social, através do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Ignácio Affonso Schneider, promoveu ações alusivas ao Junho Violeta, mês de conscientização do combate à violência contra a pessoa idosa. As atividades concentraram-se durante o mês nas redes sociais do CRAS e no site institucional do Município, através dos quais foram divulgadas informações, orientações e meios importantes para o combate à violência contra o idoso.

 Complementando esse trabalho, na quinta-feira, dia 23 de junho, o grupo de idosos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do CRAS teve uma programação especial alusiva ao Junho Violeta inserida em seu tradicional encontro. Na oportunidade, a assistente social, Sandra Maria Hass, falou acerca da importância dessa conscientização e repassou a palavra aos convidados da tarde para que deixassem a sua explanação: a advogada e presidente do Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) de Teutônia, Marta Sanders; e o escrivão da Polícia Civil de Teutônia, Anderson Borges Jordani.

 Na oportunidade, Marta falou sobre a manutenção dos direitos dos idosos e também sobre as premissas do Estatuto do Idoso. Jordani contribuiu alertando os idosos sobre os crimes praticados através do telefone, das redes sociais e aplicativos de mensagens com o intuito de benefício financeiro, concedendo orientações para agir nessas situações e evitar ser vítima das práticas.

 A secretária da Assistência Social, Lisane Thomas, assinala a importância de tratar o tema, e também chama a atenção para as práticas de violência contra o idoso, que podem ser físicas, psicológicas, patrimoniais, sexuais, ou de forma que viole qualquer um de seus direitos. Ela assinala, inclusive, que as ações alusivas ao Junho Violeta no Município têm surtido resultados, com denúncias sendo feitas e casos averiguados. Ela aproveita para agradecer o munícipe Laudinor Schneider por intermediar o contato com a Polícia Civil e viabilizar o palestrante.

Denuncie

 Através do DISQUE 100 o Governo Federal centraliza as denúncias de violência contra pessoa idosa por ligação. Também em maio de 2021, lançou um número pelo aplicativo WhatsApp onde se pode fazer as denúncias que violam os Direitos Humanos e contra a Mulher. Esse canal de atendimento é conhecido como Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos e seu contato é (61) 99656-5008. Para fazer a denúncia, basta enviar uma mensagem para o número, que responderá automaticamente, e assim o cidadão deve aguardar ser atendido por uma pessoa da equipe da central de única dos serviços. A denúncia será analisada e encaminhada aos órgãos de proteção, defesa e responsabilização em direitos humanos. As mensagens ficam gravas, mas a pessoa denunciante pode ficar anônima.

Crédito do texto: Assessoria de Comunicação (ASCOM) de Poço das Antas
Crédito das fotos: divulgação

Contato

INSTA YOUface

Horário de funcionamento

Administração: Segunda à Sexta 7h30 às 11h30 / 13h às 17h
Tesouraria: Segunda à sexta 8h às 11h30 / 13h às 16h30
Saúde: Segunda à Sexta 7h30 às 17h